28.2.08

Design de carros no Brasil (não tunados :-)

A indústria automobilística é considerada por muitos como de ponta e competitiva e só mais recentemente os engenheiros brasileiros conseguiram certa exposição com o sucesso da tecnologia flex, bi-combustível. No entanto, com o crescimento das vendas de carros e a importância dentro da estratégia global das montadoras, o design nacional também pode voltar a ser prestigiado. Matéria no Estadão - Designers de Montadoras Se Inspiram na Natureza - publicada em 25/11/2007, fala um pouco dos projetistas de automóveis que atuam no pais.

A reportagem conta que desde a década de 50 a GM tem um centro de design no Brasil, hoje são cerca de 170 profissionais no setor. Os designers brasileiros atuaram no desenvolvimento dos modelos Prisma, Corsa, Astra, Celta e Montana. O gerente da área Dagoberto Tribia conta que a equipe colabora com designers alemães da Opel (tambem da GM) na criação dos modelos Meriva e Vectra GT, vendidos no exterior. Segundo Trivia, os profissionais daqui são mais ousados e tentam fugir de padrões estabelecidos.

Na mesma matéria o chefe de design da Volkswagen, Gerson Barone, revela que seu segredo é utilizar elementos da natureza. Sempre que viaja ele leva sua máquina fotográfica, colecionando texturas, formas, luzes, cores, etc. Para os tecidos do estofamento do Fox, por exemplo, ele se inspirou numa colméia e na flora da mata atlântica. Gerson reforça que o uso prático de todo este material e sua observação não é algo óbvio e declara: "Filosofar e utilizar detalhes que passam desapercebidos é a parte bonita do design".

No jornal Folha de São Paulo, a nota Renault Lança Primeiro Carro "Brasileiro" (para assinantes), publicada em 11/09/2007, conta do modelo Sandero, fabricado na filial da montadora em São José dos Pinhais/PR. O primeiro modelo da companhia desenvolvido fora da França, foi desenhado no Centro de Engenharia América, por engenheiros e designers brasileiros. Segundo a reportagem também publicada dia 25 de novembro do ano passado no Estadão - O Bon Vivant Francês que Veio para o Brasil Para Desenhar Carros - este ano a Renault inaugura seu centro de design no pais. Para isto, Vincent Pedretti, entrevistado na matéria, está em Sao Paulo há um ano, mas antes já tinha vindo ao país e à cidade em suas férias. Vincent já morou em Paris, Barcelona e Tóquio, onde desenhou os modelos Renault Traffic, Grand Scénic e Nissan Note. Ele cita o caos de São Paulo e o corpo da mulher brasileira para concluir que gostamos do contraste de volumes e que isso vai aparecer nos projetos de novos carros que ele e sua equipe está criando.

Vale lembrar o pioneiro João Augusto Conrado do Amaral Gurgel, cuja frase contra o álcool como combustível publiquei aqui em Pensamento anti etanol, e que durante anos conseguiu a proeza de manter uma fábrica de carros totalmente nacional. Hoje em dia ainda existe a experiência dos micro-carros da montadora Óbvio, criada em 2002 no Rio de Janeiro. Em abril de 2006 o blog americano Treehugger anunciou a importação para aquele país: Tribrid Micro-Car – The Brazilian OBVIO ! Import By ZAP (em inglês). Até mesmo o gosto do brasileiro pelos carros tunados pode revelar um potencial desconhecido nesta área.

Com temas próximos ao assunto, aqui no canal, já publiquei as colunas Motor Flex para Exportação e Motos Novas no Brasil.

Publicado originalmente no Yahoo! Tecnologia.

Posts relacionados:
- Motocicletas com motores flex
- GPS para carros legalizado no Brasil
- Concurso Eletrolux Design Lab e Fórum Econômico Mundial
- Carro de tiozão. Ou não?
- Frase do Inventor do Motor Flex
- Caipireasy - Máquina de fazer caipirinha
- O sucesso da Embraer segundo Adélia Borges
- Máquina de passar roupas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Boo-Box

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO