10.4.08

Taikodom e o mercado de games brasileiro

Nodo Neverwhere

Nota no blog Gamereporter - MSG Brasileiro entra em Beta Teste - conta sobre o inicio da fase de testes do massive social game Taikodom, eu estava acostumado a usar o termo mmorpg (massive multiplayer online role playing game), mas melhor convirar nos especialistas. Desenvolvido no Brasil pela Hoplon desde 2001, finalmente está disponivel ao público. Até então restava aos brasileiros jogar adaptações de games estrangeiros como o Ragnarok e lançamentos como Perfect World que comentei aqui nas colunas Game Chinês Quer Invadir o Brasil e Pangya Brasil Acabou. Ou mesmo acessar servidores do popular game World of Warcraft e Everquest localizados nos EUA e pagar as assinaturas em dolar.

O desenvolvimento de jogos no Brasil é incentivado em cidades como Florianópolis, Recife e Curitiba, em incubadoras e parques tecnológicos. Uma ediçao especial sobre o tema foi publicada no caderno de classificados de empregos do Estadão em 22/04/2007 - Quem Faz o Que Na Produção de Games - trazendo declarações de Claudio Bueno do Centro Universitário Senac, Luiz Carlos Rampazzo da Faculdade de Informática e Administraçao Paulista (FIAP) e André Penha da Associação Brasileira das Desenvolvedoras de Jogos Eletrônicos (Abragames). Claudio, coordenador da pós-graduação em games citou a carência de programadores de jogos, que exige características especiais. Luiz Carlos, professor de sistemas de informação acredita que deve ocorrer um boom em um ou dois anos e que no momento o setor vive uma fase de maturação. André acha importante a formação academica, mas considera a prática fundamental, em São Paulo além do Senac e Fiap, outras instituições oferecem cursos superiores relacionados aos games: Pontifícia Universidade Católica (PUC), Universidade Anhembi-Morumbi e Universidade Cruzeiro do Sul (Unicsul).

A matéria ainda entrevistou Winston Petty e Thiago Larenas Farias, ambos da Insólita Studios. Winston, proprietário da empresa, comentou que muitas vezes nesta área o profissional começa a carreira como tester, cuja função é jogar o protótipo para descobrir possíveis erros na programação. Thiago, game designer, trabalha na área desde 2003 e cursava o último ano de Design de Games na época da reportagem. André, da Abragames, citou pesquisa da entitade feita em 2005 que registrou 55 empresas atuando no setor no país.

Outra notícia no Estadão - Games Atraem Estrangeiros - publicada em 27/11/2007, contou da venda da empresa de games MDev, sediada em Florianópolis/SC, para a CRE8 da Nova Zelandia. Fundada por Dennis Coelho em 2003, dois anos depois a MDev recebeu investimentos de Valber Bittencourt, empresário de telecomunicações que iniciou a distribção dos jogos entre as operadoras brasileiras de celular e ainda adicionou conteúdo, ringtones e papéis de parede mobile.

A reportagem ainda fala do contrato fechado entre a empresa americana Egames e a Techfront, fundada em 2005 em Curitiba/PR mas com filial na capital catarinense desde maio de 2007. Criada pelo ex-analista de sistemas Cesar Barbado, produziu o game Burger Island, que por 2 semanas foi o campeão de downloads aqui no Yahoo!. A reportagem cita ainda o diretor da área de tecnologia da Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Santa Catarina (SDE) Paulo de Tarso Luna e o plano de transformar o estado em pólo nacional de games, com R$ 2,5 milhões para investir no setor até 2009.


Post originalmente publicado no Yahoo! Tecnologia

Posts relacionados:
- Os criadores do Taikodom
- Games MMORPG populares
- Experiências com Wiimote
- Modificações brasileiras de games
- Divulgando Eragon no Ragnarok

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Boo-Box

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO