29.7.11

Nomes estranhos e esquisitos na TV e jornal



Dias atrás o programa CQC da TV Bandeirantes incluiu em seu quadro Top 5 a entrevista com João Pedro que adotou o nome artístico que chamou atenção: Lohane Vêkanandre Sthephany Smith Bueno de HA HA HA de Raio Laser de Bala de Icekiss.
Lohane (@LohaneOficial, com 1.405 seguidores no Twitter) apareceu no Programa Hiperativo (494.186 exibições no YouTube) de Santa Inês no Maranhão.

A reportagem do SBT em Recife que ilustra este post, começa com os amigos do garoto Tchaikowsky Johannsen Adler Pryce Jackmanfaier Ludwin Zolman Hunter Lins, neste caso não é nome artístico, foi registrado e estampa a carteira de identidade oficial. Segundo a matéria, o pai Ricardo Lins Lima quis fazer uma homenagem ao avô que foi maestro e compositor de música e colocou no filho nomes inspirados em famosos compositores de música clássica.

O escrevente Rodrigo Carvalho com experiência de mais de 7 anos em cartório fala da lei para alertar os pais muito criativos a mudar de idéias e avisa: se o oficial verificar que o nome esquisito e estranho pode levar ao constrangimento ou ao ridículo, essas crianças serem motivos de chacota, ele não registra esse nome. Se os pais insistirem em registrar o nome o cartório leva ao juiz que dá a palavra final.

Outra entrevistada, Delícia de Jesus Rodrigues, conta que o nome foi fruto de um erro no registro, segundo o pai ele quis registrar Denise e o cartório errou, o preço e a despesa para a mudança de nome na justiça fizeram desistir da correção. A matéria do SBT termina com Xerox Miguel Porfirio que explica que o pai colocou o nome diferente pois antigamente, quando nasceu, matavam gente enganada. Encomendavam a morte de uma pessoa e se o nome fosse diferente, a chance do assassino por encomenda se enganar e confundir a vítima era bem menor. O pai dele acreditava que se o filho errar, quem vai morrer é ele, com certeza.

Xerox continuou a tradição da família e batizou os filhos de: Xerlaine, Xekira, Xeralaine, Brucefield (ou Brookfield), Carlos Eduardo e Carimbo. Carlos Eduardo??? Deve ser o vizinho, será que a reportagem não se enganou. Ainda na família Porfírio, uma das irmãs de Xerox e tia de Carimbo, Autenticada se tornou cantora Gospel, tem um clipe caseiro no YouTube - Autenticada Porfirio Ninguem vai calar meu canto (3.477 exibições) - a história da família foi assunto de uma matéria publicada no jornal Estadão.

Autenticada, a irmã de Fotocópia e Xerox
13/3/2011 - O Estado de São Paulo - Eduardo Reina

Patriarca de família do Recife teve ideia de dar nome aos filhos ao ver cartaz em cartório; família diz não se incomodar com as inevitáveis piadas

Naquela manhã de 1974 no Recife, o sanfoneiro José Miguel Porfírio, mais conhecido como seu Moscou, grande animador de forrós, estava contente pelo nascimento do terceiro filho, o primeiro do segundo casamento. Tinha a ideia de batizá-lo com um nome diferente, que ninguém tivesse utilizado ainda. Ele entrou no cartório de registro civil, olhou na parede e viu um cartaz escrito "xerox e fotocópias autenticadas". Decidiu usar as três palavras para nomear o recém-nascido e os filhos que poderiam ter no futuro.

Assim foi batizado o primogênito: Xerox Miguel Porfírio, hoje com 36 anos. Quatro anos depois, nasceu Autenticada Miguel Porfírio e depois veio ao mundo Fotocópia Miguel Porfírio, de 23 anos. Essa família recifense tem orgulho do nome diferenciado. O patriarca morreu no dia 11 de fevereiro.

Autenticada conta que seu nome abriu muitas portas na vida. Jornalista de formação e agora cantora gospel, acaba de lançar o segundo disco, voltado para crianças. A Luz conta histórias bíblicas para o público infantil. O CD chega ao Rio de Janeiro na próxima semana e depois, a São Paulo. "Como jornalista e como cantora, o nome Autenticada sempre me ajudou. Recebi muitos convites por causa do nome diferente."

O primeiro trabalho - Ninguém Vai Calar Meu Canto - foi lançado em 2009, no Recife. São músicas evangélicas para o público adulto.

Ela já trabalhou como repórter de televisão no Recife. Mas se realizou mesmo cantando. Há cerca de dois anos, os produtores do primeiro disco até cogitaram trocar o nome da cantora. "Achavam que Autenticada poderia soar estranho." Mas ela bateu o pé e hoje é reconhecida pelo nome de batismo.

Posts relacionados:
- Significado de nomes diferentes
- Pulseiras do Sexo, lenda urbana ou tendência adolescente
- Dupla cidadania pela internet
- Arquivos da escravidão
- Pecha Kucha, movimento contra powerpoints chatos
- Registro dos imigrantes
- Terror do arquivo morto
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Boo-Box

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO