10.5.07

Tecnologia flex para exportação

Matéria no jornal Folha de São Paulo no mês passado conta que a montadora Peugeot Citroën vai exportar motores "flex" para a Europa (para assinantes), a filial brasileira do grupo francês pretende começar os embarques no segundo semestre deste ano. Segundo anúncio do presidente mundial Christian Streiff, em visita ao Brasil, 30 motores já estão em testes na França e Suécia. Segundo nota no Portal G1, os motores (fabricados no RJ) vão utilizar álcool feito a partir de beterraba, funcionando com o que os países desenvolvidos chamam de combustível E85 (85% etanol e 15% gasolina). A reportagem também cita a Volkswagen, que tem recebido comitivas de vários países interessados em conhecer a tecnologia flex.

Outra matéria, publicada em março no jornal Gazeta Mercantil e reproduzida no site Procana, fala que a Magneti Marelli aperfeiçoa flex fuel. A empresa do grupo Fiat, que desenvolveu bicos injetores bicombustível em 2002 comengenheiros brasileiros e italianos, estuda uma nova geração do produto que vai reduzir em até 7,8% o consumo de combustível. A companhia também lançou recentemente o SFS (Software Flexfuel Sensor) e tem planos para o Ethanol Cold System, que pretende eliminar o reservatório de gasolina para partidas a frio. A mesma matéria traz os planos da empresa para sua fábrica em Hortolândia/SP: produzir 6 milhões de unidades, exportar para empresas do grupo na Europa e China e manter a liderança diante da Bosch, Delphi e Siemens, as outras únicas participantes deste mercado.

Publicado originalmente no Yahoo! Tecnologia

Posts relacionados:
- Indústrias do álcool
- Frase do inventor do motor flex
- Motor flex
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Boo-Box

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO