29.7.08

Web na TV e vice-versa

Matéria na Folha - Ex-Chiquititas virã galã do elevador (para assinantes) - publicada em 20/01/2008, contou em detalhes a história do programa Conversas de Elevador, iniciada em 2007 por Felipe Reis e seu irmão caçula. Criada para ser exibida na web, filmada no elevador do prédio onde moram, na época da reportagem já tinha 35 episódios e era uma das mais vistas no site Fiz TV. Como comentei aqui na coluna antes - Fiz TV da Abril - o canal exibe os programas na TV e paga R$ 50 por minuto selecionado, Felipe foi um dos primeiros a ser remunerado pelo trabalho, com R$ 5 mil somando o tempo de todos os episódios.

Felipe Reis começou como ator na novela Chiquititas (exibida no SBT entre 1997 e 2001) mas não se adaptou aos bastidores da profissão, que exige muito marketing pessoal, frequentar uma maratona de testes, relacionamentos e eventos sociais movidos por interesse. Para produzir a série conta com o elenco composto por ele (Edgar, representante de industria farmacêutica), sua namorada (a gostosa da cobertura), seu pai (o âncora de TV sabe-tudo), a mãe (a cri-cri do 22), o irmão (o moleque do 12), o zelador Cícero, o avô, a tia de um amigo, e até um anão, que recrutou pelo Orkut. Todos contracenando de madrugada (para nao incomodar os vizinhos) no apartamento onde mora, que na série ganha o nome de edifício Barão de Salameira.

Lembro que ano passado o suplemento TV&Lazer do Estadão destacou a série Conversas de Elevador na matéria 24 Horas Por Dia na Web, e Hoje na TV, publicada em 16/12/2007, sobre a exibição no canal televisivo do Fiz TV. O programa Blocão reuniu a serie junto com outros 5 produzidos no mesmo modelo: Mina e Lisa, Pai Tingah, Webnews, Se Pá... e Euvideo. A matéria destaca a séria Mina e Lisa, dirigido por Helio Ishii e interpretado por Liana Naomi e Evelyn Matsuoka, mostra de forma divertida duas adolescentes, descendentes de japoneses, a procura de um homem para sua primeira vez. Já a série Pai Tingah, tem como protagonista o personagem de um pai de santo charlatão que engana seus clientes.

Lembro que a Folha fez um apanhado com vários programas relacionados à internet na matéria TV Por Você (para assinantes), publicada em 17/08/2007. O canal Multishow exibe o programa Urbano, que transmite um bate-papo realizado na web e também gravado por câmeras acopladas ao computador. Além disso, a emissora comprou o programa 11 Câmeras, produção canadense que mostra vários relacionamentos a partir de webcams. Renata Gomes, professora de pós-graduação do Senac de São Paulo, lembra que nestes programas ainda não existem ferramentas como o video on-demand, que devem chegar com a TV Digital.

Ainda na Folha, a reportagem - TV Cronópios Inova Com Programa de Artes na Rede (para assinantes) - publicada em 15/12/2007, fala da TV Cronopios, parte do portal pioneiro na transmissão de programas sobre artes e literatura na internet. O programa Bitniks, na terceira edição na época da reportagem, traz entrevistas com escritores e cineastas. A TV Cronopios foi criada pelo ex-publicitário Jose Waldery Mangieri Pires, o Pipol. A equipe tem ainda Egle Muller Spinelli, Edson Cruz, Carolina Mendonça e Thiago Augusto. Segundo Pipol, o canal tem cerca de mil acessos diários e produz os videos em um estilo que é uma mistura de Dogma 95 com A Bruxa de Blair.


Post publicado originalmente em meu Blog no Yahoo! Tecnologia.

Posts relacionados:
- Videos e humor na internet
- Orkut virou novela
- Clipes na web, música de bolso e Tapa na Pantera
- Boni e a TV por celular
- Porteiro Zé
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Boo-Box

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO