20.8.08

Quadrinhos brasileiros e internet

A coluna de Gilberto Dimenstein na Folha de São Paulo - Figurinhas Carimbadas (para assinantes) - publicada em 06/08/2008, conta a historia dos gêmeos Gabriel Bá e Fabio Moon, vencedores do prêmio Eisner Awards deste ano. Paulistanos da Vila Madalena, autores do fanzine 10 Pãezinhos (inspirado na quantidade de pães que seu pai comprava toda manhã), que depois virou site. Desde 1996 os irmãos frequentam a Comic Con, convenção de autores e produtores de HQs em San Diego nos EUA e que elege os vencedores do Eisner Awards, considerado como o Oscar dos quadrinhos. Rafael Grampá, outro brasileiro vencedor do prêmio, mantém o blog Furry Water e além de quadrinista, atua como diretor de arte em cinema.

Na edição do Wall Street Journal em português, a matéria - Gêmeos Paulistas Conquistam Espaço no Mercado Americano de HQs - publicada em 25/07/2008, conta dos projetos dos irmãos com americanos. Ano passado Gabriel Bá comecou a trabalhar em uma nova série de ação - The Umbrella Academy, escrita por Gerald Way, vocalista da banda My Chemical Romance. Fabio Moon fez parceria com Joss Whedon, criador de Buffy, a Caça Vampiros, no webcomics Sugarshock. Em colaboração com a norte-americana Becky Coonan e o grego Vasilis Lolo, Pixu, publicada por eles, conta a história de uma casa sinistra onde ocorrem estranhos acontecimentos.
A reportagem conta também que Mike Mignola, criador da popular série Hellboy, tranformada em filme, convidou os autores premiados para participar da nova série. A editora Diane Shutz, da Dark House Comics, conhece os irmãos desde 10 anos atrás, em 2003 publicou De: Tales, com histórias sobre o Brasil urbano também indicado ao Eisner Awards.
A matéria finaliza revelando que a casa da infância em Vila Madalena se transformou no estúdio em que Gabriel e Fabio trabalham, a pouco centímetros um do outro. Depois de dividir espaço por mais de 30 anos eles recentemente se mudaram para apartamentos diferentes, quando colaboram, eles se alternam entre redação e desenho, às vezes deixando páginas semi-acabadas para que o outro complete.

Sobre os quadrinhos na web, matéria na Folha - Internet Vira Reduto de Quadrinistas (para assinantes) - publicada em 06/01/2008, faz uma seleção de sites indicada por especialistas. A webcomic Achewood de Chris Onstad foi indicada como melhor graphic novel de 2007 pela revista Time, mesmo não sendo impressa no modelo tradicional. Penny Arcade, no ar desde 1999, hoje é um site lucrativo centrado em games e sustentado por publicidade mas começou como um trabalho de dois amigos.

Entre os indicados por Diego Assis (editor de cultura do G1), Paulo Ramos (editor do Blog dos Quadrinhos), Pedro Cirne (colaborador da Folha de São Paulo), Sindey Gusman (editor chefe do site Universo HQ) e Erico Assis (do site Omelete), estão: Macanudo de Liniers, Malvados de Andre Damer, Quadrinho Ordinário de Rafael Sica , Blog Orlandeli de Walmir Américo Orlandeli, Baptistão Caricaturas de Eduardo Baptistao , Charge Online, Charges, Webcomix, XKCD, Nona Arte de André Diniz, The Perry Bible Fellowship de Nicolas Gurewitch , Dinossaur Comics de Ryan North e A Softer World de Emily Horne e Joey Comeau.


Post publicado originalmente em meu Blog no Yahoo! Tecnologia.

Posts relacionados:
- Sites que viraram revistas
- Smelly Cat
- Impressão sob demanda da Ediouro e da Microsiga
- Porteiro Zé
- Caco Galhardo fala do filme do Cao Hamburger
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Boo-Box

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO