4.8.08

Maquinas de CDs da Eletrocooperativa

Nota na coluna Mercado Aberto no jornal Folha de São Paulo - Música Barata (para assinantes) - publicada em 07/06/2008, fala do projeto da ONG Eletrocooperativa em instalar vending machines de CDs no metrô de São Paulo. Inicialmente uma máquina na estação Consolação iria vender CDs a R$ 5 cada, com a descrição de todos os custos envolvidos na produção - R$ 1,50 para o artista, R$ 1,50 para a fabricação, R$ 0,50 de impostos, R$ 1 para o vendedor e R4 0,50 para a instituição. Aparentemente a máquina foi inspirada em similares que vendem livros e que existem há tempos nas estações de metrô da cidade, sobre as quais postei aqui antes: máquina que vende livros no Brasil.

Em abril a ONG Eletrocooperativa, que nasceu em Salvador em 2003, promoveu um show na Vila Madalena em São Paulo/SP. Segundo matéria no Estadão, reproduzina no site da Avina - Tem festa no beco da Vila Madalena - publicada em 12/04/2008, um núcleo criativo foi criado em São Paulo no inicio de 2007, desenvolvendo trabalhos em intercâmbio com a Bahia e atendendo demanda de trilhas institucionais e para cinema, jingles para campanhas publicitarias e ringtones para celular.

Continuando a reportagem no Estadão, a nota reproduzida no site do CMI - CDs ao preço justo de R$ 5 são vendidos em máquina - explica que a vending machine está dentro da campanha "Música Livre, Comércio Justo." Os CDs são gravados na tecnologia SMD (Semi Metalic Disc) inventada por Ralf, da dupla Christian & Ralf, que reduz o preço do CD em 80%, mantendo a qualidade de som e comportando de 5 a 11 faixas em cada disco.


Post publicado originalmente em meu Blog no Yahoo! Tecnologia.

Posts relacionados:
- Máquina de baixar e comprar MP3
- Ministro da cultura hacker, Gilberto Gil
- Livros e tecnologia
- Album virtual e download remunerado na Trama
- Caypirease, Máquina de Fazer Caipirinha.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Boo-Box

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO