3.4.07

Desconferência dos blogs

No fim-de-semana retrasado estive no Barcamp São Paulo, evento que no Brasil foi inaugurado em Floripa ano passado e cuja versão paulistana também já tinha anunciado aqui antes. O modelo auto-intitulado de desconferência, pretende ser uma espécie de conferência descentralizada, com temas e assuntos de discussão sendo definidos pelos próprios participantes de forma autônoma, momentos antes das conversas. Achei muito interessante, em contraponto com as palestras corporativas, aparentemente o diálogo e os contatos parecem mais próximos e o nível dos participantes é bastante alto.

O blogueiro e webdesigner Tiago Dória criou um blog especialmente para cobrir o evento em tempo real, Marcelo Antunes, compilou em seu blog Repositório, vários links e posts publicados pela web sobre o assunto, inclusive o que ocorreu no segundo dia do evento. No sábado o espaço utilizado foi cedido pela Faculdade Cásper Líbero, que também publicou uma máteria em seu site, já no domingo, os participantes se reuniram na Casa Gafanhoto, novo local aberto na cidade que pretende abraçar temas como novas mídias, cultura web e blogs. A julgar pela repercussão do evento, a Casa, que tem entre seus idealizadores o Cazé da MTV, começa suas atividades com pé direito :-)

Vale a pena acompanhar também a cobertura fotográfica, no Flickr, a busca pela tag barcampsp traz centenas de fotos como resultado. Diante de tantas matérias sobre o Barcamp nos blogs, o Cardoso no blog Meiobit resolveu publicar uma visão diferente da usual: o Barcomics :-D


Desdiálogos

No Barcamp tive o prazer de encontrar pessoalmente vários blogueiros, colegas e empreendedores, cujos projetos acompanho remotamente a tempos. Alguns trechos das conversas que ainda lembro:

Eu, encontrando Edney (do Interney) e Cardoso (do Contraditorium) em uma mesma mesa: Vcs já decidiram quem afinal é o primeiro blogueiro profissional brasileiro?
Cardoso: Já combinamos, eu sou o primeiro problogger...
Edney: E eu sou o primeiro empresário blogueiro!

Eu para Marco Gomes (criador do Boobox, Wallpapr e Busica): Aquele projeto que vc comentou em seu blog, chamando voluntários, vc pode revelar alguma coisa ou é surpresa?
Marco Gomes: Posso dizer q tem a ver com política e mobilização, pra facilitar o cidadão cobrar seus deputados, diretamente por email...
Eu: Tipo uma mistura de abaixo-assinado com rede social e ativismo?
Marco Gomes: Pode ser.

Eu cumprimentando o Danilo Medeiros (criador do Wasabi, pioneiro da web 2.0 brasileira): Parabéns, vc foi o primeiro!
Danilo: Obrigado...

Eu para Kazi (diretor da One Digital): Só sei que li uma mensagem em uma lista de discussão que afirmava q "quem estuda semiótica sabe que meme é uma definição idiota!"
Kazi: Então temos que convidar um semioticista peirceano para o debate!

Eu para o Fábio (do blog Morróida): Vc torce para a Ponte Preta? Conheceu o time vice-campeão paulista de 77?
Fábio: Imagina, nessa época eu ainda era um espermatozóide!


Destemáticas e Desterritórios

No Barcamp diante de tantos temas e gente bacana para conversar (como demostra esta foto) e ouvir (como a apresentaçao do Juliano Spyer sobre o próprio Barcamp), infelizmente perdi algumas desconferências importantes, mas que merecem ser citadas. A demostração do OLPC por Sergio Amadeu, citado no blog do Sergio F. Lima. Os empreendedores web 2.0 brasileiros discutindo venture capital e startups, resumido por Alexandre Fugita em seu blog Techbits. Folksonomy ou gentenomia, cuja definição foi explicada anos atrás por José Murilo no blog Ecologia Digital, e que no Barcamp, segundo Karla Lopes no Idearios foi discutida, imagino que inclusive para interpretar as interações e o funcionamento do próprio evento no futuro.
Aliás, o Ronaldo do blog Superfície Reflexiva e o Sérgio comentando no blog do Digitalminds do Danilo já insinuam apoiar novas desconferências para Belo Horizonte e Rio de Janeiro, respectivamente. O pessoal de Porto Alegre foi mais rápido, fizeram a segunda edição do Barcamp já no fim-de-semana passado.


O pai da idéia

André Avorio, o responsável pela chegada do Barcamp ao Brasil, já teve entrevista publicada no blog do Tiago Dória no fim do ano passado e mantém seu perfil no site da Blaz, empresa que fundou em 2000. Em seu endereço pessoal podemos ver porque ele acredita que a gentenomia pode ser chave no sucesso da organização de eventos descentralizados com a reunião de pessoas preparadas para conversar assuntos comuns :-)


Publicado originalmente no Yahoo! Tecnologia
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Boo-Box

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO