17.4.07

Ecad - O Copyright também cresce

Matéria do jornal Gazeta Mercantil, reproduzida no site da Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert) revela que Arrecadação de direito autoral cresce 133% em seis anos no Brasil. Os números são do Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (ECAD), responsável pela cobrança dos direitos autorais da execução pública musical no país. Segundo a notícia, foram R$ 268 milhões arrecadados no ano de 2006, crescimento de 5,5% em relação ao ano anterior. Ao órgão cabe cobrar, além de emissoras de TV, cinemas e rádios, até mesmo shows, festas públicas, juninas, incluindo casamentos.

Na divisão da receita, 18% ficam para o órgão, 7% para associações de intérpretes e autores e 75% aos artistas associados. Segundo Glória Braga, superintendente da entidade, 80% das músicas tocadas nas rádios e TVs são nacionais. De qualquer forma, esse crescimento constante, pois em 2001 a arrecadação foi de cerca de R$ 115 milhões, contrasta com notícias sobre o avanço da pirataria, das licenças livres, da troca de músicas em mp3 e do copyleft. Matéria na Revista Carta Capital em novembro do ano passado e replicada no blog do autor Pedro Alexandre Sanches, já anunciava esta indústria em (trans)mutação, o mercado da música oscilando entre o declínio das gravadoras e o crescimento do Ecad.

Publicado originalmente no Yahoo! Tecnologia
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Boo-Box

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO