26.6.07

Tecnologia do álcool para exportação

Matéria no jornal Valor de 21/3/2007 conta que a Apex (Agência de Promoção de Exportações e Investimento) estaria fechando uma estratégia para estimular a exportação de tecnologia de indústrias ligadas ao setor sucroalcooleiro. Segundo o jornal cerca de 40 empresas já participam da iniciativa. Como principais mercados, além dos vizinhos sul-americanos, estariam países africanos, Paquistão e Austrália. Mas o foco estaria nos países do Caribe cujo álcool pode ser exportado para os EUA isento de tarifas.

Matéria mais antiga, de 21 de fevereiro, no suplemento agrícola do Jornal Estadão - Brasil exporta tecnologia - conta das visitas de comitivas de estrangeiros às indústrias do setor. Na reportagem a Case IH, empresa que já citei aqui antes, revela que as colhedoras têm uma nova tecnologia que copia o terreno e busca o ponto mais baixo para fazer o corte. A Santal, empresa 100% nacional, lembra que na década de 70 uma máquina colhia 150 toneladas de cana por dia, hoje colhe 800 toneladas/dia. Segundo o presidente da empresa, as máquinas ganharam eficiência, potência e capacidade hidráulica, com tecnologia um passo à frente do resto do mundo.

Ainda na área da agroenergia, notícia de 14 de abril no jornal Folha de São Paulo - Brasil agora exporta miniusina para os EUA (para assinantes) - registrava o embarque do primeiro de 10 equipamentos para fabricação de biocombustível. As miniusinas, produzidas pela Biocom, empresa sediada em Campo Grande/MS, seguem para Houston, no Texas. Cada equipamento custou U$ 130 mil e tem capacidade de produzir 4 mil litros de biodiesel por dia, a partir que qualquer tipo de óleo vegetal como soja, dendê ou girassol.

Publicado originalmente no Yahoo! Tecnologia

Posts relacionados:
- Ethanol Summit em São Paulo
- Ministro boliviano contra o etanol
- Tecnologia flex para exportação
- Indústrias do álcool
- Plástico da mandioca
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Boo-Box

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO